É melhor acomodar a mobília num guarda móveis ou vender?

É mais barato do que você imagina!

Envie fotos para nossos consultores ou agende uma visita para orçamento.

Mudar para uma casa nova apresenta um monte de oportunidades. Em que talvez você possa conseguir um novo emprego, conheça um novo bairro, e  obtenha uma outra chance de decorar o lar do jeito que imagina. Mas você já sabe de fato quais itens deseja levar para sua nova casa, e o que deve fazer com o resto? Aquele jogo de chá da herança, as cadeiras da casa da sua avó, tudo muito precioso para doar.

Desse modo, você deve armazená-los em um guarda móveis ou vendê-los? Visto isso, aqui estão alguns critérios que você pode usar para ajudá-lo a tomar essa decisão delicada.

Os objetos têm valor sentimental ou familiar?

Mesmo que você nunca tenha uma oportunidade digna de usar aquele jogo de chá preciosissímo, vale a pena mantê-lo na família pelo valor sentimental. Contudo, se possui pouco espaço, embale-o bem e o deixe em um guarda móveis, conservando-o assim, em uma unidade climatizada para mantê-lo seguro. E dessa forma, você poderá apreciá-lo sempre que estiver com vontade.

É algo que você poderia facilmente substituir?

Mesmo que você realmente ame aquela poltrona de couro estofada, pode não fazer sentido guardá-la por muito tempo em um guarda móveis. O que fazer, então? Venda sua cadeira enquanto estiver em bom estado. E mais tarde, você poderá comprar outra poltrona estofada (talvez de uma cor diferente!) Se decidir que combinará com a decoração da sua casa.

O móvel sobreviverá ao tempo em um guarda móveis?

Algumas coisas são bastante frágeis para passar muito tempo guardadas em caixas nos guarda móveis. Em que mesmo as unidades climatizadas podem não ser boas o suficiente para certos tipos de arte, roupas delicadas ou eletrônicos especializados. Portanto, se você está se perguntando se deve armazenar aquela delicada obra de arte que pode render um bom dinheiro ou deve vendê-la para não correr riscos, provavelmente é melhor ligar para o seu negociante de arte.

Você planeja usar a mobília novamente?

Às vezes, o objetivo de acomodar um item no guarda móveis é preservar até que o cliente esteja pronto para usá-lo novamente. No entanto, se está guardando brinquedos ou roupas do primeiro filho até que o segundo esteja grande o suficiente, lave e seque tudo muito bem. Em seguida, guarde-os em grandes banheiras de plástico! Portanto, para coisas que você planeja usar novamente em um futuro imediato, o armazenamento é o caminho a percorrer. Porque nesses casos, o guarda móveis é bastante útil e o mantém tranquilo, pois você já sabe que tem guardado em segurança o que precisa!

Será que os objetos vão sair de moda?

Se tratando de móveis de marca, essa decisão pode ter qualquer desfecho. Onde valerá o fato de que algumas peças são atemporais e podem ser retiradas do estoque após um bom tempo para serem usadas perfeitamente. Já outras mobílias não serão recebidas tão bem. Por isso, se você não tem certeza de que seu produto será algo que deseja usar novamente em um ano, opte por vendê-lo enquanto ainda está na moda e outra pessoa poderá aproveitá-lo! Para aquelas peças clássicas, embale-as bem e coloque em uma unidade climatizada do guarda móveis para mantê-las seguras. Desse modo, você poderá apreciá-las quando estiver pronto.

Você tem tempo para vender os móveis?

Às vezes, a decisão é menos sobre o valor dos itens e mais sobre quanto tempo você tem disponível para gastar nas vendas. Dessa forma, se você deseja obter um preço razoável, encontrar um comprador pode levar algum tempo, dependendo do método de venda. Onde vender, sem dúvida, exige mais esforço do que deixar que guarda móveis profissionais guardem as coisas em uma unidade de armazenamento. Portanto, se estiver com pouco tempo, a preservação pode ser sua melhor aposta. E assim, você poderá decidir o que vender em outro momento.

Você tem dúvidas sobre o que fazer com os móveis?

Em caso de dúvida, guarde-os. Pois você pode decidir mais tarde, uma vez concluída a agitação da mudança, o que deseja fazer com seus pertences. Ou venda-os então, se quiser! Mas se vendê-los antes de sua mudança e depois mudar de ideia, infelizmente será tarde demais para arrependimentos. Por isso, o uso de um guarda móveis como garantia durante o processo de mudança é uma maneira útil de assegurar que você tome as decisões corretas sobre sua mobília. Então, você deve armazená-la ou vendê-la? Você decide! Porém, esteja disposto a encontrar uma unidade de armazenamento que atenda às suas necessidades. Estamos aqui para ajudar em sua mudança sem estresse.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Insira seus dados abaixo para falar com um de nossos consultores pelo WhatsApp